Crônicas, Amor & Sexo

Não Me Procure Mais

Não me procure mais. Não com meias palavras. Não estou em pé de “boa entendedora” para essas tuas declarações vazias e confissões de saudade meia boca me bastarem.

O amor não fala, ele grita. Se ele existe, você vê de primeira. Se não consegue perceber de cara, é porque não existe. A saudade não lamenta, ela vai atrás. Ela quer e tenta, com todas as forças, convencer o outro, recuperar o que um dia teve.

Quando a gente realmente ama e sente falta, não choraminga ou fica remoendo a dor. A gente faz mais, vai além, acredita que pode reconquistar e -até mesmo quando não acredita – tenta, só para garantir que tentou tudo.

Eu não estou mais aí e, sinceramente, quase que nem mais aqui. Durante muito tempo, me desdobrei para ser tudo o que tu precisou, mas não mais. Eu me preocupava contigo, mais que comigo. Não importa do que você precisasse e de quando precisasse. Noite e dia, eu estava lá. Fui amiga, parceira, confidente, amante… Mas, não sou mais. Não tua, não para ti. Então, não me procure mais.

Eu não sou mais teus ouvidos, teu refúgio e muito menos serei teu consolo. Eu não sou mais tuas pernas, nunca mais vou te incentivar a ir adiante. Eu não sou mais tua amante, nunca mais trocaremos carícias. Eu não sou mais a compreensiva e muito menos a tola. Então, não me procure mais. Não com essas palavras vazias.

As atitudes revelam mais do que se pode imaginar. E a falta delas, muito além disso. Revelam o que cada um realmente carrega em si e pensa em segredo.  As atitudes revelam o que amamos, o que é importante para nós. Elas contam mais do que palavras. E as tuas atitudes comprovam apenas que tuas palavras são mentiras.

Então, saiba que eu não sou mais tua. E você não é mais meu bem, muito menos problema meu. Cansei. Chega de ser tão boa para quem ruína. Chega de ser calmaria para quem é tormenta. Chega de ser coração para quem é racionalidade. Chega de ser convicção para quem é incerteza.

Quero sinceridade, coração cheio de amor, olhos cheio de paixão e corpo e mente entregues com exclusividade. Nada que tu possa me dar. Então, não me procure mais.

20 anos. Gaúcha, webwriter e futura publicitária. Louca por desafios, intensa e impaciente. Ama muito, odeia muito. Às vezes, ao mesmo tempo. Acredita que o amor, principalmente o próprio, supera tudo. |
Instagram: @brutesch

Posts relacionados

12 Dicas para Melhorar Seu Namoro Já sabemos que não é tão fácil assim conquistar alguém, imagina manter uma relação estável? Se fosse fácil, muitos namoros nunca acabariam. A convivên...
Coisas Que Você Aprende Antes dos 24 anos A  maturidade não é sinônimo de anos vividos, mas, sim o que você aprendeu durante os anos e as experiências que teve. A melhor coisa é conseguir ter ...
Uma Verdade Inteira "O que a gente quer, afinal? Meias decisões, meias verdades, meias vontades, meias atitudes... E em um meio piscar, a vida se foi - mais próxima do ar...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *