Crônicas, Amor & Sexo

Minha Cama Fica Vazia Sem Tuas Pernas Nas Minhas, Sabia?

Minha cama fica fria sem tuas pernas nas minhas, sabia? Percebo isso quando tu levanta pra ir ao banheiro no meio da noite. É desfeito o nó que nossas pernas dão e pelo teu lado do cobertor, que é levantado, sinto um frio que me congela.

Tenho a mesma sensação quando me deito sozinha. Rolo pra um lado, rolo pro outro. Poderia rolar até duas vezes pra mesma direção de tão vazia que minha cama fica.

Alguém solitário
Imagem: We Heart It

O vazio do meu colchão me cerca e faz com que eu me sinta tão miúda e sozinha, que a imensidão nasce nesse momento. Nem parece que eu existo. Nem parece que existe cobertor. Nem parece que minha cama é de solteiro. Nem parece que dormimos juntos ontem.

Isso é o que? Amor demais? Falta de amor (próprio)? É que dizem que ficar sozinho é uma das coisas mais maravilhosas que existem, e que quem não ama sua companhia não pode amar alguém. Não é que eu não goste da minha companhia, mas estar com quem se ama é tão gostoso que virei carente. Quem tem carência carece de algo. Eu careço de ti. E todo mundo carece de alguma coisa. É assim que as coisas são.

Sabe quando a mãe manda a gente pra cama, mas não queremos ir? Queríamos ficar na cama dela, agarrados nela, sentindo seu perfume e seu carinho. A hora de ir pra cama vira uma angústia, saudade que é mesmo antes de ser, sabe? Essa é a sensação que me dá toda vez que temos que nos despedir. Aquela mesma sensação do começo de primeiro namoro, quando a gente quer dormir junto, mas a mãe e o pai não deixa.

Queria ficar agarrada, que nem carrapato em cusco. Como não dá, enrolo e enrolo. Tento pensar que nem aquelas pessoas maduras: vou ficar sozinha agora e depois sentir saudade, que vai só aumentar o prazer do reencont… A quem eu quero enganar? Não adianta.

Fico com o coração apertado e faço beiço. O mesmo beiço que criança mimada faz. Vai ver por isso tu sempre me chama de mimada e acaba sempre adiando nossa separação ao máximo: vem junto comigo pra casa, vai junto comigo aonde eu for.

Quer saber? A culpa é tua. Tu que me fez acostumar a dormir apertada, enrolada nos teus braços e pernas. Tu que me fez acostumar a, mesmo que na tua cama de casal, usar só um cantinho do colchão, já que ficamos grudados um no outro. A culpa é tua.

Agora fico aqui. Nessa imensidão, nesse frio, nessa carência que acompanham o amor e a falta que tu faz na minha cama.

20 anos. Gaúcha, webwriter e futura publicitária. Louca por desafios, intensa e impaciente. Ama muito, odeia muito. Às vezes, ao mesmo tempo. Acredita que o amor, principalmente o próprio, supera tudo. |
Instagram: @brutesch

1 thought on “Minha Cama Fica Vazia Sem Tuas Pernas Nas Minhas, Sabia?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *