Crônicas, Amor & Sexo

Eu Te Amo, Mas Dá Um Tempo

Eu te amo. Amo muito mesmo. Mas, tu ainda não amadureceu teu amar.

Sufocar não é amor. Até pode parecer aos leigos (ou aos eternos imaturos), mas não é. Amor cuida, sente ciúmes, se morde de curiosidade, mas não fica em cima o tempo todo. Não fica questionando, fazendo inquéritos.

Tá certo: eu já errei. Acho que isso criou toda essa situação, te deixou um tanto insegura e desconfiada. O insegura não é no sentido de tu não acreditar em ti, mas sim de não querer acreditar em mim. Eu tive minha parcela de culpa. Mas, tu também já errou. Eu também era ciumento. E superei. Tu parece que não e que nunca vai conseguir.

Mas, por que ficar com alguém em quem não confia? Eu diria que tu confia em mim. Só não quer assumir o risco de ser passada pra trás. Então, optou por resolver essa insegurança do pior jeito: bisbolhotando tudo, o tempo inteiro. Eu entendo, juro. Mas, por que tu não me entende também?

To cansado. Não quero mais isso. Quero tu, mas não isso. A gente tá pirando, brigando, ficando bem e recomeçando de novo o processo: pirando, brigando, ficando bem. E assim vai. Isso é normal, faz parte dos relacionamentos. Mas, o tempo todo não é saudável.

Eu penso todo dia antes de dormir, depois de um dos nossos mil quase términos da semana: cadê a guria que eu comecei a namorar? Cadê ela? E me dou conta que ela não existe mais. E acho, às vezes, que, pelo menos pra mim, nunca mais vai existir.

Sabe por quê? O tempo não volta. Palavras não se desfazem. Erros não são apagados. E tem que ter mais do que coragem pra superá-los. Parece que tu nunca vai esquecer nada do que aconteceu. Nunca mais vai voltar a confiar, não em mim.

Quase me convenço que tu pode confiar em outro alguém, que outro cara pode começar a namorar a guria por quem me apaixonei. Mas, eu? Eu nunca vou ter de volta quem eu mais amo. Tu te transformou e eu continuo a te amar, verdade… Mas dá um tempo pro pior não acontecer e eu não desistir.

Pára de se preocupar tanto comigo o tempo todo, com as pessoas com quem falo ou que acabo conhecendo. Pára de querer saber de tudo. Pára de querer me ver todo dia, se não sequer temos saudade. Entende que eu quero ter meu tempo. Entende que eu não to com nenhuma outra pessoa só porque não to visualizando tuas mensagens. Eu só to jogando ou vendo TV.

Vai sair com tuas amigas. Elas também precisam da tua atenção. Estuda. Trabalha. Vai no cinema ver um filme sozinha. Lê um livro. Toca violão.

Não quero que me entenda mal. Eu te amo e minha intenção não é ser grosseiro. É só salvar o que resta da gente. Quero que tu te ponha mais em primeiro lugar. Descubra como é libertador não morrer de ciúmes, insegurança e desconfiança a cada minuto.

Aprende a amar. Confia em mim. Não sufoca tudo o que a gente construiu. Dá um tempo. To precisando sentir falta do teu cheiro, dos teus lábios e da tua voz. Não espanca nosso amor com teu ciúmes.

20 anos. Gaúcha, webwriter e futura publicitária. Louca por desafios, intensa e impaciente. Ama muito, odeia muito. Às vezes, ao mesmo tempo. Acredita que o amor, principalmente o próprio, supera tudo. |
Instagram: @brutesch

Posts relacionados

Não Me Procure Mais Não me procure mais. Não com meias palavras. Não estou em pé de "boa entendedora" para essas tuas declarações vazias e confissões de saudade meia boca...
Não É Mais Sobre Ti Prometi que não escreveria, mas mudei de ideia quando percebi que pessoas à minha volta têm mais com o que se preocupar. A maioria delas tem me dado ...
Coisas Que Você Aprende Antes dos 24 anos A  maturidade não é sinônimo de anos vividos, mas, sim o que você aprendeu durante os anos e as experiências que teve. A melhor coisa é conseguir ter ...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *