Beleza & Saúde

Chanel de Bico Longo: Tudo sobre o meu corte!

Há muito tempo que eu namorava o corte chanel de bico longo, mas foi só nesse mês que tomei coragem para cortar. Olha só que transformação!

Meu cabelo antes do corte chanel de bico

Fiquei estudando a ideia de fazer o corte durante quase seis meses.  Por quê tanto tempo? Porque meu cabelo era mega longo!

Mas (como a foto abaixo mostra) com o uso regular da química de tintura/tonalização para manter o meu ruivo (sem ter o cuidado de hidratar com frequência heheh), meu cabelo ficou com as pontas secas, quebradas, duplas. 

Imagem: Instagram @brutesch

Isso acabava sendo um drama porque as pontas embaraçavam e se emaranhavam com muita facilidade, e o aspecto era de um fio desnutrido e fraco, sem cuidados. Aqui estão mais algumas fotos do meu antes

Imagem: Arquivo Pessoal

Somando isso com a vontade de mudar – já que meu cabelo já estava sem movimento e que uma série de mudanças estava acontecendo na minha vida-, decidi cortar. 

Meu corte chanel de bico longo

A primeira coisa que fiz, antes mesmo de marcar o horário, foi olhar bastante modelos desse corte para descobrir o que eu queria exatamente e também para levar para a cabeleireira uma ideia do que eu estava esperando (sabe como é, melhor alinhar BEM as expectativas).

Eu costumo usar muito o Insta como fonte diária para inspiração, então segui diversos perfis que postavam o chanel de bico alongado (aliás, me segue lá: @brutesch). E também usei muito o Pinterest (até separei algumas ideias lá no meu para inspiração).

Existem diversos modelos do corte chanel de bico e em diferentes comprimentos. O que eu usei como referência foi as fotos abaixo. O bico bem longo, embora o corte atrás não seja muito curto/batido na nuca.

Imagem: Board Chanel de Bico do Pinterest

Mesmo cortando chanel eu mantive certa resistência e deixei claro para minha cabeleireira que não queria – nem em sonho heheh – cortar acima do pescoço. Pedi para que ela “chutasse” para o mais longo, ao invés de para mais curto (como é típico de acontecer quando a gente pede para cortarem só as pontas, sabe?).

 

E aqui está o resultado:

Mais algumas fotinhos abaixo (não tenho muitas porque faz só uma semana que cortei, mas tu pode me seguir no Instagram para acompanhar minhas mudanças: @brutesch).

Imagem: Arquivo Pessoal

O que estou achando do corte

Meu cabelo ficou mais leve e com aspecto bonito (porque saiu todas as pontas que não tinham mais conserto). Olha o tanto que saiu de cabelo… Aproveitei para doar a crianças que enfrentam o câncer (fica a dica: sempre ao cortar bastante cabelo, peça para o cabeleireiro tentar manter o comprimento do cabelo cortado, assim, tu pode doá-lo).

Imagem: Arquivo Pessoal

Além disso, o corte alongou meu rosto, o deixou mais iluminado (o movimento e o comprimento do cabelo influenciam muito na fisionomia!) e estou me sentindo mais “madura/mulher”, sem deixar de ser divertida.

Quando quero algo mais arrumado e elegante, eu escovo. Quando quero algo mais despojado, amaço as pontas e bagunço um pouco com as mãos. Então, é um corte mega versátil!

Resumindo: não me arrependi nem um pouco! Eu amei! Tenho recebido muitos elogios porque as pessoas notaram que o corte caiu bem e eu estou bastante confiante. Recomendo.

Até porque… Cabelo cresce! 😉

20 anos. Gaúcha, webwriter e futura publicitária. Louca por desafios, intensa e impaciente. Ama muito, odeia muito. Às vezes, ao mesmo tempo. Acredita que o amor, principalmente o próprio, supera tudo. |
Instagram: @brutesch

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *