Beleza & Saúde

Cabelo Ruivo Cobre ou Acobreado: Tudo Sobre Como Fiquei Ruiva

Querendo ficar ruiva? Vem ver como eu tomei a decisão, escolhi o tom da cor e enruiveci!

Atenção: Esse post não tem intenção de ditar como as coisas são ou não, ou se há certo e errado. Contém apenas minha experiência e visão sobre o assunto. 😉 Vamos lá!

Como decidi ter o cabelo ruivo

Eu sempre achei cabelos ruivos lindos, assim como sempre tive vontade de mudar o cabelo. Porém, como não tinha coragem e queria ter certeza antes de mudar, namorei a ideia durantes uns dois anos antes de enruivecer.

Eu decidi mudar o visual depois de uma fase em que minha vida ficou de ponta cabeça. Passei por várias mudanças e estava saindo de uma fase ruim. Então, achei que era a hora de tomar coragem e arriscar mais essa mudança, para marcar um recomeço!

Como o meu cabelo era

Meu cabelo era virgem, ou seja, sem química. Para não mentir, em 2014 eu tinha inventado moda em casa e descolorido as pontinhas do cabelo com o L’oréal Imédia Excellence Californiadas.

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Eu amei na hora, mas depois me arrependi muito! Cabelo mega seco e fraco, mesmo com hidratação regular. O meu fio ficou detonado e tive que aguentar: a saída foi ir hidratando e cortando o cabelo mexendo no comprimento (e, ainda assim, levou mais de dois cortes para essa descoloração sair).

Mas, voltando! O que importa é a cor base do meu cabelo. Quando decidi enruivecer esse ano, em 2016, esse era o meu cabelo:

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

O ruivo que eu sempre quis

Você quer ficar ruiva, ok! Mas, já escolheu a tonalidade? Existem ruivos e ruivos…

Eu sempre usei muito o Instagram como ferramenta de inspiração (aliás, me acompanha por lá: @brutesch). Eu procurava por cabelos ruivos, seguia perfis de ruivas e sempre acompanhava. Fiz isso para estudar bem o ruivo que eu queria!

O ruivo que eu sempre quis (como a maioria das mulheres) era esse:

Imagem: Insta @redheadsy @ruivandose
Imagem: Insta @redheadsy @ruivandose

A orientação profissional é importante: ainda bem que procurei

Eu acompanhei durante muito tempo meninas que ficaram ruivas em casa. Vi muitos “antes e depois” e “expectativa e realidade”. Tem muitas pessoas que deram conta e ficaram lindas. Mas, eu preferi não arriscar por dois motivos:

1 – não costumo acertar a mão com esse esquema de Do It Your Self ou Faça Você Mesmo;

2 – meu cabelo era virgem e, por ter amigas cabelereiras, vi que esse esquema de colorimetria capilar é assunto sério e vai além do que muitas blogueiras te contam.

A escolha do profissional certo

Procurei avaliação de um profissional (e foi a melhor decisão que tomei). Mas, não foi qualquer um!

Eu pesquisei bem o trabalho, conversei com pessoas que já faziam o cabelo com o profissional que escolhi e decidi marcar um horário para cortar o cabelo e conversar sobre a possibilidade de ficar ruiva.

Cuidado! Muitos profissionais não se mantêm atualizados, não aprimoram as técnicas ou acompanham as tendências. E o pior: tem aqueles que não conversam com a cliente. Não explicam os prós e os contras, simplesmente saem atendendo para serem pagos e pronto.

Eu moro na zona norte de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. E fiz o cabelo com o Fernando Gomes, da Estética Firenze. Ele atendia amigas minhas há anos e eu já acompanhava o trabalho nota mil dele.

Como foi a minha avaliação:

O Fernando foi atencioso e sincero comigo. Quando falei que queria ficar ruivíssima desde a raíz do cabelo, ele me explicou que essa não era a melhor opção. Fiquei frustrada? Sim! Mas, logo vi que ele sabia o que estava me dizendo.

Ele explicou que a coloração desde a raíz mexe totalmente com o fio, resultando em várias mudanças no cabelo. E conforme ele fosse crescendo, a raíz (aquela bem marcada, que eu acho horrorosa) iria ficando extremamente à mostra e eu teria duas opções: retocar ou, caso não quisesse mais retocar, pintar com uma cor próxima do meu cabelo.

Próxima! Eu não conseguiria voltar a ter o meu cabelo natural (com o tom e nuances exatos), caso me arrependesse. Então…

Fiquei ruiva sem mexer na raíz!

O Fernando sugeriu manter minha raíz intacta (mais ou menos um ou dois dedos já era o suficiente) e apostar na tonalização em mechas. Eu nunca fiz questão de parecer ruiva natural. Então, topei de primeira!

Eu levei fotos de referência, de como eu imaginava as mechas/o ruivo. Foi difícil achar um cabelo com a cor base igual/próxima da minha e com mechas ruivas que eu achasse harmônicas. Mas, achei!

É um ruivo diferente do que queria inicialmente. Mas, lindo igual!

Imagem: Marcos Proença
Imagem: Marcos Proença
Imagem: Marcos Proença
Imagem: Marcos Proença

O procedimento e o resultado 

O Fernando me explicou que o ruivo fica diferente conforme a iluminação do ambiente e também sair diferente em fotos.

Ele perguntou que tom eu imaginava. Eu disse para ele caprichar, que podia deixar bem cobre, rasgado mesmo!

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Não sei explicar exatamente como foi o processo tim-tim por tim-tim, como um profissional explicaria (Fernando, me corrige se eu falar besteira!). Mas, o que o Fernando fez foi primeiro a descoloração das mechas, sempre muito atento e conferindo os fios.

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Depois (de um tempão de molho haha), o Fernando aplicou o tonalizante. Sim, a tonalização exige manutenção, retoques para reavivar a cor, mas o bom é que não é tão agressiva como a tintura.

“Mas tu descoloriu o fio, Bruna”. Sim! Mas, o Fernando trabalha só com produtos incríveis. Ele usou o Fibreplex no meu cabelo, que mantém a integridade do fio mesmo no processo de descoloração.

Imagem: Fernando Gomes
Imagem: Fernando Gomes

O resultado foi maravilhoso! Meus fios não estão ressecados ou fracos. Estão macios e com muito brilho.

Imagem: Fernando Gomes
Imagem: Fernando Gomes

A cor ficou extremamente viva e alaranjada na primeira semana. Depois foi suavizando. Natural!

E, como o Fernando me avisou, o ruivo muda conforme a iluminação do ambiente. Essas são fotos do mesmo dia, em ambientes diferentes:

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Mais fotos do meu cabelo ruivo acobreado ou cobre

Para finalizar, separei algumas fotos para mostrar para vocês como ficou o resultado depois de um mês de lavagens e – de novo – em diferentes ambientes/iluminações.

Essas são fotos da primeira semana. A cor estava bem “rasgada” e viva!

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Depois, começou a suavizar e ficar mais discreta. Essas fotos foram tiradas em ambientes fechados e com iluminação mais baixa e quente:

Ruivo cobre discreto

Esses fotos são da terceira semana. Eu tirei dentro de um shopping, onde a iluminação é ampla e mais fria:

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Na mesma semana, tirei essas fotos, também em uma luz branca/fria. O tom mais avermelhado se foi e o cabelo ficou mais para um loiro:

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Essas fotos eu tirei ao ar livre, bem no fim de tarde, com pouco sol:

Imagem: Arquivo pessoal
Imagem: Arquivo pessoal

Estou muito feliz, mas pretendo reavivar a cor. Deixar o ruivo mais alaranjado, já que com as lavagens ele está mais desbotado e eu já acostumei.

Já faz praticamente um mês que fiz a tonalização. Eu deveria estar usando produtos para manter a cor viva. Mas, só comprei agora shampoo e condicionador para cabelos coloridos (depois vai ter resenha).

Mas e aí, gurias? Dicas para o cuidado com o cabelo ou produtinhos? Alguma querendo ficar ruiva? Me contem aqui nos comentários!

20 anos. Gaúcha, webwriter e futura publicitária. Louca por desafios, intensa e impaciente. Ama muito, odeia muito. Às vezes, ao mesmo tempo. Acredita que o amor, principalmente o próprio, supera tudo. |
Instagram: @brutesch

Posts relacionados

Eles Preferem Mulheres Sem Maquiagem Para a mulherada que abusa da maquiagem,  tentando ficar mais atraente, já aviso: vocês estão errando feio. Pois é... Mais uma pesquisa mostra que nós...
Cabelos Loiros Perolados São Tendência Cabelos loiros sempre estão na moda!  O loiro é o queridinho da maioria das mulheres e nos salões de beleza do Brasil é o mais solicitado, e em divers...
Projeto Verão e Vida Saudável: Donna Box Sim, exatamente como o titulo diz, não é só um projeto verão e sim um projeto vida Saudável para todos os verões. Pois acredito que devemos cuidar do ...

Comentários

4 thoughts on “Cabelo Ruivo Cobre ou Acobreado: Tudo Sobre Como Fiquei Ruiva”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *