Dicas Para Ler

A Cidade do Sol: Da série “Livros Que Você PRECISA Ler”




Livro: A Cidade do Sol (A Thousand Splendid Suns) | Ano: 2007 | Autor: Khaled Hosseini

Esse romance de Khaled Hosseini – para quem não sabe: mesmo autor de O caçador de Pipas – aborda a opressão à mulher no Afeganistão, em uma cultura completamente machista e que se diz “sagrada”. Conta as histórias das vidas de duas mulheres, Mariam e Laila, que se cruzam em determinado momento. Já adianto que é uma leitura que apaixona, encanta e dá nós por toda a garganta. É daqueles livros que nos deixa com medo, tristeza e receio de virar a última folha e ler a última página.

Livro A Cidade do Sol
Fonte: Host Geek

Sobre o Livro

O  romance A Cidade do Sol é narrado em um panorama histórico do Afeganistão desde os anos 70 até o início do século XXI. Seus 52 capítulos, se dividem basicamente em três principais partes.

Na primeira parte, somos apresentados à Mariam em sua infância, fruto de uma relação extra conjugal e que por isso é considerada uma Harami (bastarda,  não reconhecida como filha, impura e desprezível). Renegada, mora com a mãe (uma mulher rude e amargurada pela vida) e recebe visitas semanais do pai (importante homem de negócios e dono de alguns cinemas) que tanto admira e é devota. Ao perder sua mãe e o contato com seu vilarejo, encara a verdadeira face de seu pai, que a dá em casamento para um homem desconhecido, de uma cidade distante e quase três vezes mais velho.

Na segunda parte, somos apresentados à Laila, uma menina criada em uma família amorosa. Embora tivesse uma mãe depressiva e devota aos filhos que perdera na guerra, irmãos que Laila nunca conheceu, tinha um pai presente, professor, que cultivou nela a consciência de que as mulheres deveriam lutar pelos mesmos direitos que os homens.

Na terceira parte, as histórias de Mariam e Laila se cruzam: adultas, as duas acabam na mão do mesmo marido e cultura cruéis. Passam por muitos conflitos, encaram realidades e crenças diferentes, até entenderem o quão ligadas e unidas estão. A partir desse ponto, as duas histórias tornam-se uma marcada pelo sacrifício, amor, perseverança e luta.

Por que ler?

“Aprenda isso de uma vez por todas, filha: assim como uma bússola precisa apontar para o norte, assim também o dedo acusador de um homem sempre encontra uma mulher a sua frente. Sempre.”

Mariam e Laila nos sensibilizam. A partir do envolvimento com as personagens, refletimos, questionamos e queremos afrontar a cultura machista que nos é imposta. Passamos a compreender o machismo em sua forma primitiva, agora tão mais sofisticado e implícito que chega a passar despercebido muitas vezes. As barbáries relatadas durante o livro nos fazem pensar em quantas Mariams e Lailas não precisam de ajuda, de libertação, de paz. É um livro que nos faz questionar a humanidade, que nos questiona.

Leiam, por favor! Vocês não vão se arrepender.

Livraria que recomendamos para efetuar compra online: Saraiva, Fnac, Livraria da travessa, Livraria da Folha e Livraria Cultura. <3

20 anos. Gaúcha, webwriter e futura publicitária. Louca por desafios, intensa e impaciente. Ama muito, odeia muito. Às vezes, ao mesmo tempo. Acredita que o amor, principalmente o próprio, supera tudo. |
Instagram: @brutesch

Posts relacionados

Séries e Livros Para Não Sair Da Cama No Inverno O fim do semestre vai chegando e conforme o tempo passa o desespero vai batendo, o nosso querido amigo tédio não nos deixa em paz. Nós sempre pensamos...
O Livro Um Sorriso ou Dois de Fred Elboni Livro: Um Sorriso ou Dois – Para Mulheres Que Querem Mais | Ano: 2014 | Autor: Frederico Elboni Nosso primeiro post sobre livros no Blog tinha que se...
7 Blogs Sobre Livros Que Você Precisa Conhecer Tem dias que só precisamos de uma boa leitura e um chocolate quente, ou um bom café. Só que muitas vezes é difícil achar um bom livro que não nos dece...

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *